Somos filhos no Filho

Publicado por

“João respondeu: ‘Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis, e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias” (Jo 1, 26-27). O Evangelho desse terceiro domingo do advento é muito parecido com o Evangelho da semana passada, pois novamente aqui João Batista diz que ele é a voz que clama no deserto e pede para o povo aplainar o caminho do Senhor. Porém, meditaremos aqui a outra parte do Evangelho que é quando ele diz que: eu batizo com água, mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis.

Bom, primeiramente temos que entender que João batizava, dai vem o nome Batista que quer dizer “aquele que batiza”. Batizar está ligado a um mergulhar na água. Esse rito de mergulhar na água era costume de vários povos, uma espécie de banho de purificação. Era um ritual. O batismo de João Batista estava ligado a um batismo de conversão assim chamado, ou seja, por meio do batismo que João fazia as pessoas eram convidadas a mudar de vida. O batismo que Jesus pede para seus discípulos fazerem pelo mundo é também sinal de conversão, mas é um batismo no Espírito. Como assim?

O batismo de Jesus é mais que uma proposta de conversão, mas sim é uma adoção, ou seja, Deus nos adota como filhos seus. Essa adoção se acontece por meio do Espírito Santo, por isso é um batismo no Espírito. Bom, continuando João Batista diz que algo está no meio de nós, mas ainda não conhecemos. Quem é? Jesus. Somente aquele que nasceu da água e do Espírito é que reconhece Jesus como Filho de Deus. Pelo batismo passamos então a sermos filhos adotivos de Deus e se somos filhos adotivos, conseguimos reconhecer que Jesus é nosso irmão por meio do Espírito.

A igreja tem um termo que se utiliza na teologia que é: Somos filhos no Filho. Como assim? Por meio de Jesus que ordenou o batismo, todos nós reconhecemos que temos um Pai e que seu Filho único Jesus Cristo mostrou para nós. Deste modo, o Filho Jesus Cristo, por meio do batismo, faz com de nós filhos adotivos de Deus, ou seja, somos filhos por meio do Filho. O batismo é a porta de entrada somos “colocados” dentro de Deus.

Vejamos irmãos, não estou querendo dizer aqui que todos aqueles que não foram batizados estão fora de Deus, pois como diz o profeta Isaías: “Estão os desígnios do Senhor tão acima dos nossos, quanto está o céu por sobre a terra!”. Sem contar que a Igreja ainda vai falar sobre o: batismo de sangue e batismo por desejo, mas não adentraremos esses termos. O que estou aqui refletindo é que por meio do batismo todos nós pelo batismo somos mergulhados na graça divina de Deus. Paz e Bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s