Remédio Amargo

Postado por

“Simão, filho de João, tu me amas? Pedro respondeu: Sim, Senhor! Tu sabes que eu te amo. Jesus disse: apascenta os meus cordeiros” (Jo 21, 15) “Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé” (2Tm 4, 7).

Neste fim de semana, a Igreja celebra suas duas colunas, chamadas de: São Pedro e São Paulo. São Pedro, a coluna do amor e São Paulo, a coluna da missão. Quando Jesus pergunta a São Pedro se ele o amava, é para justamente mostrar que sua missão só tinha sentido a partir do amor que ele tem por seu mestre Jesus Cristo. É só por amor que somos capazes de seguir Jesus.

  É aquela velha história, o remédio às vezes é amargo, mas por amor à vida, acabamos tomando. Sabemos que faz bem! Seguir a Cristo, às vezes, é “amargo”, mas sabemos que a nossa vida só tem sentido a partir do amor a Deus. E se O amamos, somos capazes de nos sacrificarmos por Ele.

  Paulo, a coluna da missão: Paulo durante toda a sua vida foi um combate pregando e anunciando a conversão dos pecadores e o Evangelho de Jesus Cristo. Que possamos dizer que nem Paulo após uma vida de amor a Jesus Cristo: “Combati o bom combate”. Quem ama combate, ou seja, quem ama faz da sua missão na Igreja, um bem inalienável. Com isso, podemos dizer que quem ama não coloca condições. Não dá pra se dizer seguidor de Jesus Cristo e dizer logo em seguida uma frase como: “mas pensando por outro lado”. Quem ama a Jesus Cristo tem somente um lado. Por isso, amar a vida e guardar a vida é um bem único que a Igreja preza. Amar a Deus é amar a vida e não dá pra dizer: “pensando por outro lado”. Por isso é combate, pois hoje vivemos numa sociedade que tudo é permitido, mas como diz São Paulo: “mas nem tudo me convém”.
Meus irmãos, celebremos essa grande Solenidade das nossas grandes colunas: São Pedro e São Paulo! Rogai por nós! Paz e Bem!  
Frei Jhones

Deixe uma resposta