Desculpas esfarrapadas

Postado por

“As raposas têm tocas e os pássaros têm ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça”

(Lc 9, 58)

Jesus, em seu Evangelho deste final de semana, revela certa angústia. Jesus disse que não tem onde repousar a cabeça. Duas coisas podemos refletir a partir dessa frase: primeiro Ele não tem onde repousar a cabeça, porque seu trabalho é árduo e segue fazendo de sua vida um constante ministério, ou seja, um serviço. Outro sentido que podemos refletir é justamente que o lugar de descanso de Jesus Cristo é o Céu.

Afinal, se um dia Ele saiu do céu, desceu e nasceu da Virgem Maria logo, seu lugar de descanso é na eternidade. Depois, Jesus convida as pessoas a sua volta para o seguirem. Entretanto um diz que precisa enterrar seu pai, donde Jesus respondeu: “Deixa que os mortos enterrem seus mortos” e o outro diz que primeiro precisa se despedir de seus familiares e Jesus responde: “quem põe a mão no arado e olha para trás, não está apto para o Reino de Deus”. Parecem respostas duras de Jesus! Será que Jesus é insensível? Não! Não é falta de sensibilidade, mas sim está nos alertando para não darmos desculpas. Se não queremos, não queremos! Se queremos, queremos! Não deve haver meios termos! Desculpa esfarrapada, tipo aquelas desculpas que já ouvimos quando não vamos trabalhar e inventamos a morte de alguém ou a doença. Essas desculpas com Jesus não colam. Preciso responder: Sim ou Não. Não é somente uma questão de repreensão, mas sim de alerta. 

Quando começamos a dar desculpas é sinal que nossa vida tá passando por nós e estamos deixando de fazer o necessário. Inventar desculpas é esquecer do essencial, daquilo que verdadeiramente vai mudar a nossa vida. Quando paramos de dar desculpas e assumimos as nossas responsabilidades, saímos da fase da adolescência e entramos na fase adulta, não de idade, mas de fé. Parar de dar desculpas se chama processo de amadurecimento. É isso que Jesus nos alerta para o dia de hoje! Paz e Bem! 

Frei Jhones

Deixe uma resposta