O encontro da miséria com a misericórdia

Postado por

“Quem dentre vós não tiver pecado seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra”

(Jo 8,7)

No quinto domingo da Quaresma, somos convidados a refletir sobre a Semana Santa que logo se inicia. Vemos Jesus que para curar a nossa enfermidade, se fez enfermo por nós, pois foram por suas chagas que nós fomos curados. No Evangelho deste fim de semana, temos o encontro de Jesus com a mulher pecadora. Este momento é marcado pelo encontro da miséria com a misericórdia, como diz Santo Agostinho. A miséria dos nossos pecados, se encontra com a misericórdia de Deus que não apedreja, mas sim perdoa. Uma alma doente em pecado quando encontra o remédio da cura em Deus ,se alivia!  O pecado em nossa alma, como diz Santa Teresa de Jesus, adoece mais do que um cadáver podre. Jesus não apedreja a mulher para que nós olhemos para ela e percebemos como é horrível o seu pecado. De igual modo, olhamos para Cristo e percebemos como é sublime a sua misericórdia. 

O ato de misericórdia é o ato do acolhimento!

O perdão tem duas fases: na primeira, você perdoa a pessoa pelo ato que ela cometeu; e na segunda, para completar esse perdão é necessário misericórdia por essa pessoa. A Semana Santa se inicia no próximo domingo e podemos perceber que se na Sexta-feira Santa, Cristo perdoou nossos pecados, no Sábado Santo Ele estendeu a sua misericórdia para conosco. O Sábado Santo é a festa da nossa entrada definitiva no céu! Cristo nos acolheu em seu reino, não percamos esse convite. Deus se oferece gratuitamente a nós e quer que nós nos ofereçamos gratuitamente a Ele. E a nós não cabe o julgamento – “quem de vós tiver pecado que atire a primeira pedra” – pois Cristo acolheu a todos. Se algumas pessoas se extraviam do acolhimento de Cristo, nos cabem duas coisas: corrigir e rezar. A condenação e o julgamento não são nossos. Façamos de tudo para irmos para o céu. Paz e bem! 

Um abraço fraterno!

Frei Jhones Lucas Martins

Deixe uma resposta