Antes do combate

Postado por

“Jesus cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e no deserto, ele era guiado pelo Espírito. Ali foi tentado pelo diabo durante quarenta dias”

(Lc 4, 1-2)

Hoje, celebramos o primeiro domingo da Quaresma: tempo de conversão e penitência. Neste primeiro domingo, o Evangelho nos faz refletir sobre a tentação de Jesus no deserto. Gostaria de propor a nossa reflexão de hoje, não sobre as três tentações, mas sim sobre as tentações que foram vencidas por Jesus. 

Quando alguém vai para uma guerra, precisa estar equipado! Por exemplo: quando um médico vai trabalhar em uma cirurgia, primeiramente ele se prepara, estuda, tem as roupas e os profissionais necessários para fazer tal cirurgia. Deste modo, todo esse tempo de preparação até chegar a uma sala de cirurgia demora anos. Porém, o tempo de preparação é de suma importância para que a cirurgia seja feita com êxito. A mesma coisa se vê no Evangelho da Tentação. 

Irmãos, quando Jesus foi tentado Ele estava “cheio do Espírito Santo”. Jesus foi ao combate preparado! Quer vencer o mal? Esteja preparado! Quer praticar a esmola, oração e jejum? Esteja preparado! Paulo em sua carta diz: “Combati o bom combate”, ou seja, Paulo para combater precisou se preparar. Para fazermos o bem e praticarmos as obras que Deus nos pede, precisamos estar preparados. Por isso, São Francisco disse muito sabiamente aquela frase: “Precisamos ter o espírito do Senhor e seu santo modo de operar”, ou seja, quem está com Deus preparado para o combate toda ação se torna santa. Se a ação é santa, venceremos do mesmo modo que Jesus venceu. Portanto irmãos, nos preparemos para o combate com a certeza da vitória, porque todos nós batizados somos templos do Espírito Santo. Paz e Bem! 

Frei Jhones Lucas Martins

Deixe uma resposta