Checklist

Postado por

“Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus”

(Lc 6,20).

No Evangelho de hoje, temos o famoso Sermão das Montanhas de Lucas. Neste Sermão,  Jesus começa dizendo quem são os bem-aventurados e termina dizendo quem são os falsos profetas. Jesus ao discursar sobre quem são os bons e quem são os maus, separa o joio do trigo; o verdadeiro do falso e a morte da vida. 

Mas afinal, quem são os bem-aventurados? 

Temos que ter em mente que os bem-aventurados, primeiramente, somos todos nós, batizados. Quando somos batizados, somos revestidos de Deus e, portanto, nos tornamos “Santos”. Mas, uma pausa aqui! 

Quando falamos que nos tornamos santos, estamos dizendo que a partir do nosso batismo participamos da santidade de Deus. Afinal, para ser da Igreja é preciso ser Santo! Porém, sabemos que ao longo da nossa vida, somos inclinados a fazer o mal e com isso, por vezes, podemos perder a santidade que ganhamos no nosso batismo. 

Por isso é sempre importante ver quais são os ”joios” que ainda moram em nós, para podermos então, arrancar de nosso coração e deixar somente o trigo crescer. Bom, seguindo a lista, depois de todos os batizados, os bem-aventurados são aqueles que fazem os gestos de Cristo sem mesmo nem conhecê-Lo. Sabemos que no mundo muitas pessoas ainda não conhecem o Jesus Cristo, entretanto mesmo sem conhecer, fazem o bem e praticam o amor e o perdão. 

Podemos dizer, por acaso, que eles também são bem-aventurados? 

Para responder a isso, precisamos entender que o caminho de Deus nem sempre dá para se entender humanamente. Deste modo, podemos dizer igual o profeta Isaías disse: “Estão os caminhos do Senhor tão acima dos nossos caminhos, quanto está o céu por sobre a terra”. Fazendo então um checklist de quem são os bem-aventurados: os batizados e os que fazem a vontade de Jesus Cristo mesmo sem conhecer. Irmãos, façamos de tudo para entrar nessa lista e garantirmos viver alegremente no céu Jesus Cristo e com São Francisco, Paz e Bem! 

Um abraço fraterno.

Frei Jhones Lucas Martins

Deixe uma resposta