A Experiência do Necessário

Publicado por

“Os discípulos o acordaram e disseram: ‘Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?’ Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: ‘Silêncio! Cala-te!’” (Mc 4, 38-39). No Evangelho deste domingo, percebemos que os discípulos em meio a uma tempestade, indagaram a Jesus dizendo se ele não se importava com o que estava acontecendo, pois eles poderiam perecer. 

Jesus simplesmente levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Cala-te”. Certamente, alguma vez em nossas vidas tivemos a sensação de que Jesus não estava ao nosso lado, seja nos momentos de dor, sofrimento e angústia, ou nos momentos de alegria, regozijo e sorrisos. 

Quando perdemos alguém ou quando somos promovidos no emprego, algumas vezes esquecemos de Deus. Mas por que isso acontece? Porque Deus é o nosso necessário. 

Às vezes ouvimos que é por causa do nosso egoísmo, do nosso pecado e etc. Não, tá errado! Esquecemos de Deus porque precisamos fazer a experiência do necessário em nossas vidas. Exemplo: quem está com sede, precisa beber água e quando acha a água fica feliz. A água é o necessário para matar a nossa sede. Quando estou com sede, não estou pensando em comida, em problemas de matemática, mas sim estou procurando algo que é necessário – a água – para matar a minha sede. 

Voltemos ao Evangelho, os discípulos com medo de acontecer algo, o que era necessário para eles? Jesus. Não é que eles esqueceram de Jesus ou que a fé deles era pouca, mas sim fizeram a experiência do necessário. Porém, para algo ser necessário preciso de 2 coisas: 

  1. não ter esse algo.
  2. saber que esse algo é fundamental para aquele momento.

Deste modo, novamente voltemos ao Evangelho: os discípulos fizeram a experiência do medo, do pavor, de não sentir Deus, se eles soubessem e confiassem em Jesus de verdade, eles não precisavam ficar com medo. 

A partir dessa experiência, eles recorrem a Jesus. Recorrem, pois mesmo com medo, sabiam que Ele era o necessário naquele momento. Irmãos, recorramos ao necessário! O que importa ter uma meta se ela não é necessária para a nossa vida? Voltemos o nosso olhar para Cristo, pois Ele é o único necessário para nossa existência… Enquanto não percebermos isso, seremos seres humanos incompletos. Paz e Bem!  

Um abraço do Frei Jhones!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s