Vamos falar de Francisco de Assis?

Publicado por

Fala galera! Paz e Bem! Francisco é encantador, não é? Incrível perceber que a sua vida e seu exemplo de entrega a Cristo e ao evangelho, ainda pulsam 795 anos após a sua morte.

Falando um pouco de juventude, muita coisa pode ter mudado nesses séculos que se  passaram, mas há algo que não muda na vida do jovem de Assis: a sede por um ideal pelo qual valha a pena doar a sua vida. São Francisco vem de encontro a essa sede.  

O jovem Francisco também tinha seus anseios e sonhos como os jovens de hoje; o  desejo de fazer a diferença, de ser reconhecido e notado pelas suas obras na vida. Mas o que ele não esperava é que alguém,Jesus, já o tinha notado para ser a  diferença na vida de muitos. Essa diferença seria uma revolução muito diferente do que Francisco havia pensado no seu sonho de ser um grande cavalheiro das Cruzadas. Uma revolução feita pelo amor e pela humildade de quem decidiu ser  pequeno entre os pequenos. Creio firmemente que, nem em seus melhores sonhos,  São Francisco pensou que seria tão grande, conhecido e honrado pela sua pequenez e humildade como é.  

O encontro com Cristo crucificado, em São Damião, mudou a percepção do que, para  Francisco, era importante. Mais do que glórias e honras e mais que reconstruir ruínas de  uma capela caindo aos pedaços, nada disso valia se a sua vida não fosse escrita, tendo como base a vida daquele que morreu por ele e por cada um de nós. E que era preciso  sair de si, e olhar para o irmão com olhar de amor, independente de sua condição ou  do que tinha para oferecer. A radicalidade de um homem que queria somente amar o  seu Senhor com atitudes concretas ainda ressoa, convidando a todos nós, jovens de  idade e de alma, a olhar para a cruz e a nos deixar encontrarmos por este Cristo que nos  impulsiona a amar e servir olhando para todos com o mesmo olhar com que Jesus  olhou para nós um dia. Aí que está o segredo: quem um dia foi olhado e amado  por Cristo, não pode e nem consegue passar a sua vida sem desejar amar o próximo na  mesma medida: doando a si mesmo sem medidas, para que a vida seja abundante em  todos ao seu redor, como o próprio Jesus prometeu (Jo. 10,10a). 

Olhar para a vida de Francisco é perceber que existe uma pessoa por quem vale a pena  doar a vida; um ideal que tem nome e rosto naqueles que mais necessitam: nos  injustiçados, nos desvalidos e nos marginalizados. E por Ele, nesses sem amor, vale a  pena seguir com alegria, amor, e com muita coragem. Lutando neste mundo pelos  muitos rostos que Jesus se apresenta ao longo da nossa estrada. Apaixonante jornada  que aquece o coração e nos leva para uma aventura de amor e vida, que só Cristo pode  oferecer. 

Que o ideal de Francisco possa pulsar em nossas vidas, renovando mais uma vez o  nosso encontro com Aquele que é o centro e o motivo de tudo e que nos amando  primeiro nos leva a amar sem medidas. 

Deus abençoe a sua vida!

Um abraço fraterno, Ana Karenina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s