Conexão Convida: Shayana e Rosimar, um encontro de mãe e filha!

Publicado por

Maio, mês de Maria, nossa Mãe!

O mês de maio é um mês especial, celebramos as mães! Dedicamos a mãe de Jesus, Maria. Dedicamos àquelas que nos deram a vida, nossas mães.

O Conexão Convida é uma coluna feita pela Mari, a mamãe do Conexão, que neste momento vive a beleza de ser mãe pela segunda vez e está grudadinha com seus filhos, Felipe de 10 anos e Francisco de 11 dias. Já adiantamos aqui nossas felicitações a ela e a toda família. 

E como fazer o Conexão Convida deste mês tão especial? Convidamos uma filha( parceira nossa incrível) para entrevistar sua mãe. Olha que coisa linda ❤

Shayana Baptista e sua mãe Rosimar Glória no Santuário de Aparecida. Foto: Acervo Pessoal!

A seguir você confere um lindo bate-papo entre Shayana Baptista e sua mãe Rosimar Glória, elas são de Nilópolis (RJ). Rosimar vai nos contar sobre sua caminhada franciscana e sua atuação na comunidade, tudo conduzido por sua filha. Antes vamos “stalkear” as duas e conhecê-las um pouco mais!

STALKEANDO

Quer stalkear? O #ConexãoFraterna te dá o @:
Instagram: @shayana_baptista

Nome: Shayana Baptista dos Santos
Profissão: Bailarina
Instagram: @shayana_baptista
Música Preferida: Paciência- Lenine
Filme/série:  Anne with and E
Livro: Mulheres de aço e de flores.
Personalidade Inspiradora: São Francisco de Assi
s


Nome: Rosimar Gloria Baptista Da Silva
Profissão: Agente Administrativo (aposentada)
Instagram: Rosimar Gloria
Música preferida: O que é o que é ( Gonzaguinha)
Filme/série:  Milagre na Cela 7
Livro: O Pequeno Príncipe
Personalidade Inspiradora: Papa Francisco

CONFIRA A ENTREVISTA

Shayana –  Mãe, quais são os trabalhos pastorais que você realiza atualmente e como o franciscanismo entrou na sua vida ?

Rosimar:
Deixa eu me apresentar. Sou Rosimar Glória, participo da Comunidade Santa Rita de Cássia, Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Nilópolis (RJ). A primeira pastoral da minha vida foi a Pastoral da Catequese, amo estar com as crianças e principalmente adolescentes (grupo complicado de lidar), mas se ganhamos a confiança e amizade, pronto tudo fica muito fácil. Participo da Pastoral Afro Negra Mariama e sou voluntária do Projeto Gotas de Misericórdia. Quando chegou a pandemia, não pude deixar de me voluntariar no SEFRAS do RJ. Junto com um grupo de outras pastorais, movimentamos algumas campanhas que deu muito certo com a graça de Deus. Acredito plenamente que nessas três pastorais pratico a espiritualidade franciscana. Sou franciscana desde sempre.  Quem me incentivou foi o Frei Álido Rosá, OFM (gratidão por toda a minha vida). Trabalhando em vários encontros franciscanos fui conhecendo religiosos (as), seminaristas, frades e todos contribuíram para um maior envolvimento na espiritualidade de Francisco e Clara de Assis. 

Shayana- Você sempre foi muito atuante na igreja. Na época da sua juventude, qual foi a experiência que mais te marcou ?

Rosimar: Foram muitas experiências. Era católica de encontros catequéticos e perseverança. Até então era só isso! Depois fui para o grupo jovem que também acrescentou muito na minha caminhada. Apesar de pertencer a uma paróquia franciscana, não tinha muito contato com essa espiritualidade. Quando Frei Álido chegou aqui junto com outro pároco, então tudo mudou. Eles precisavam de uma secretária para a paróquia e eu consegui o cargo. Frei Álido trouxe a espiritualidade franciscana para cá e os grupos jovens aceitaram e nas 4 comunidades tinha a JUFRA, Juventude Franciscana. Sem dúvidas foi a JUFRA da Comunidade Santo Antônio da qual eu participava que me ajudou nessa formação. Ali fizemos  o TBJ (Treinamento Básico de Jufra) e vários retiros. Conheci várias fraternidades e nos aprofundamos na espiritualidade franciscana.

Shayana – Falando um pouco sobre a catequese. Qual é a importância da família para a construção da caminhada de fé das crianças e adolescentes? 

Rosimar: A família é a primeira e grande comunidade, os pais deveriam ser sempre os primeiros, segundos e terceiros catequistas. Sem o exemplo e incentivo da família às vezes a caminhada fraqueja um pouco. A oração do Pai Nosso, da Ave Maria, são orações que as crianças devem aprender e conhecer em casa. E que deveriam ser rezadas por toda vida, principalmente junto com a família. Sem falar na importância de mostrar aos adolescentes e crianças o quanto se faz necessário conversar com Deus. Ter essa aproximação. Falar da paternidade, do carinho, do cuidado que Ele tem conosco.

Rosimar Glória no projeto Gotas de Misericórdia. Foto: Acervo Pessoal!

Shayana – Como foi para você participar de várias caminhadas e Missões da Juventude? 

Rosimar: Experiência maravilhosa. Participei de duas caminhadas e de três Missões Franciscanas da Juventude. Uma missão em Jut Mato Grosso do Sul ( na profissão solene do Frei Wagner). Encontro dos Benfeitores do Pró-Vocações em Agudos (SP). Participar dessas missões, desses retiros, nos trazem uma bagagem que é inesquecível. Em cada experiência vem a afirmação: “É isso que eu quero, é isso que eu procuro, é isso que eu desejo fazer de todo o coração!”

Shayana – Qual mensagem você deixaria para todas as mães?

Rosimar:  Ser mãe é literalmente a missão mais linda e profunda que Deus nos concede. Difícil? Sim! Porém, GRATIFICANTE. Uma vez na catequese da nossa comunidade resolvemos fazer um arquivo confidencial com as crianças para homenagem do dia das mães. Um processo trabalhoso. Quase 40 crianças e adolescentes (disse aos risos). Busca foto daqui e dali, gravações e etc. A constatação que cheguei me deixou muito triste. Algumas meninas tinham fotos com vários colegas, amigas, mas não tinham fotos com a mãe. Como assim ? Onde estão as mães? Onde está a família? E no dia das mães na hora da homenagem tive que pedir å elas: Não deixem seus filhos sozinhos. Cuidem deles com carinho. Se aproximem. Dê liberdade com responsabilidade. Caminhem juntos e vocês vão sentir o quanto é gratificante ser mãe!

Shayana Baptista e Rosimar Glória no Convento Santo Antônio do RJ. Foto: Acervo Pessoal!

Linda entrevista, né?! Fica aqui nosso agradecimento a Shayana e Rosimar que aceitaram participar da nossa coluna especial mês das mães. Neste mês de maio, peçamos a intercessão de Nossa Senhora.

Abraços,
Conexão Fraterna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s