“Jesus, o milagre da nossa vida”

Publicado por

“E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los.” (Mc 1,31).

No Evangelho deste final de semana, presenciamos a cura da sogra de Simão. Após ser curada da febre, ela levanta e passa a servi-los. É muito interessante refletir esse Evangelho a partir da dinâmica do serviço. Quando estamos mal de saúde e queremos a cura, é porque queremos ficar bem para realizarmos as nossas tarefas, pois quando ficamos doentes, logo após a nossa recuperação queremos logo sair da cama e voltar a fazer aquilo que estávamos acostumados a fazer.

Irmãos e irmãs, se queremos ser curados , é porque desejamos voltar a trabalhar, ou melhor, a servir. A palavra de Deus, as nossas orações, a prática da caridade são remédios que curam as nossas almas. Fazer o bem é a melhor pílula que todo o ser humano poderia tomar para curar a maldade do mundo. Por isso, busquemos sempre nos alimentar pela bondade, por Deus e por sua justiça, porque assim não ficaremos doentes nem desanimados. E se acontecer de ficarmos doentes do corpo (as várias doenças que podem nos acometer), busquemos sempre a ajuda do Senhor, pois somente Nele podemos repousar a nossa vida.

Porém, o Evangelho continua e coloca outro versículo bem interessante que é: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim” (Mc 1,38), ou seja, por mais que Jesus nessa passagem mostra uma cura, Ele diz pros discípulos que a sua missão era “Pregar”. A missão de Jesus não é de “fazer” milagres, mas sim de ser “o milagre” por onde Ele passa.

Não busquemos o Senhor Jesus somente quando precisarmos de milagres, mas busquemos o Senhor Jesus por que Ele é o nosso milagre, a nossa vida e nossa razão de amar. Em Deus não há trocas de favores, mas aquele que caminha com Deus irá perceber que tudo em nossa vida é por Ele, para Ele e Nele.

São Paulo certa vez escreveu: “Quer vivamos, quer morramos, somos do Senhor, dependemos da sua vontade. Quando morrermos, iremos estar com o Senhor. Por isso, tanto na vida como na morte, pertencemos ao Senhor” (Rm 14,8), ou seja, a nossa vida é Dele, se ficarmos curados é porque pertencemos a Ele.

Paz e Bem! 

Conexão Acessibilidade #06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s