O tempo já chegou e o Reino está próximo, converta-se!

Publicado por

Irmãs e irmãs, Paz e Bem! Durante o mês de janeiro, nas reflexões dominicais do Conexão Evangelho, estamos refletindo sobre alguns dos dogmas da Igreja Católica. Seja bem-vindo, você está no “Descomplicando Dogmas” – parte IV. Além disso, temos a alegria de apresentar também o episódio #04 do “Conexão Acessibilidade”, um espaço com reflexões em libras para a comunidade surda!

“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!” (Mc 1,15).

No Evangelho deste final de semana, vemos Jesus clamando que o tempo já chegou e o Reino está próximo, converta-se. Após essa aclamação, Jesus então começa a chamada vida pública e logo de início Ele chama algumas pessoas para se tornarem seus discípulos. Porém, em tudo Jesus Cristo veio fazer a vontade de seu Pai. 

O dogma que vamos aprofundar nesta reflexão será sobre isso, pois assim diz o dogma: “Cada Natureza de Cristo (Humana e Divina) possui uma vontade física própria e uma operação física própria”. Opa, dessa vez complicou tudo né frei?! Bora descomplicar isso. Parece ser difícil, mas na hora de entender é super fácil, vejamos! Jesus tem duas naturezas, como já falamos outras vezes – Humana e Divina. Porém, cada natureza de Jesus tem uma única vontade, pois, tanto a humanidade de Jesus como a sua divindade tinha uma única vontade que era a de em tudo fazer a vontade do Pai. 

Jesus mesmo afirma em outro Evangelho: “Não seja como Eu quero, mas sim como Tu queres…” (Mt 26,39). Essa vontade de Jesus é física, ou seja, é real, concreta, pois, vemô-la por meio das suas ações e gestos que estão narrados no Evangelho. Ok, entendemos então, que a vontade de Jesus é fazer a vontade do Pai. Bom, a segunda parte desse dogma diz que cada natureza também tinha uma operação física própria, o que é uma operação? Exemplo bem fácil: estou com fome, vontade de comer.

Para que eu possa saciar essa vontade eu tenho que fazer uma operação para isso que seria preparar o alimento e comer. Sendo assim, qual é a operação de Jesus? Sabemos que a sua vontade era em tudo fazer a vontade do Pai, mas para que isso se realizasse Jesus teve que andar, pregar, falar… sem deixar de comer, dormir, brincar.

Desse modo, Jesus usou das operações humanas para realizar e fazer a vontade do Pai, e mesmo quando Ele realizou operações divinas como os milagres, por exemplo, Ele ainda estava fazendo dentro das operações humanas. Um exemplo disso  é de quando Jesus andou sobre as águas. Andar é uma operação humana, porém, andar sobre as águas é algo divino, ou seja, ele fez uma operação humana, mas mostrando também nela a sua ação divina. Paz e Bem!

Conexão Acessibilidade #04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s