Não faça promessas, faça ações!

Publicado por

“O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele” (Lc 2,33). No domingo após o Natal do Senhor celebramos a Sagrada Família de Nazaré. Jesus Cristo, Filho de Deus, se faz homem e nasce em uma família. A Família é a instituição mais bela que Deus deu aos homens e mulheres. E de tão bela Ele resolve nascer em uma. A Família, como diz a letra da música, é uma arquitetura divina. No Evangelho, porém nos é apresentado dois personagens, além de Maria, José e o menino Jesus.

Nos é apresentado também Simeão e Ana. Simeão profere aquele belo canto quando vê Jesus: “Deixai agora vosso servo ir em Paz, porque meus olhos virão a vossa salvação”, ou seja, Simeão já podia descansar em paz, pois quando ele vê Jesus, ainda que menino, reconhece Ele como o salvador, o Messias esperado por todos. Entretanto, após Simeão abençoar a Jesus ele alerta a Maria dizendo: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel” (Lc 2,34), ou seja, Jesus é o salvador que irá abalar com as estruturas de todos. Jesus é um sinal de conversão, pois converter-se a ele muitas das vezes nos faz cair e nos faz reerguer.

Continuando o Evangelho nos coloca Ana, um mulher idosa que vivia no templo servindo a Deus dia e noite. Quando ela também se depara com Jesus põe-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos que esperava pela libertação de Israel. Bonito notar tanto em Simeão quanto em Ana que após se encontrarem com Jesus a sua vida ganha um novo sentido, uma nova rota. A cada encontro com Cristo temos que sair modificado. Algo deve mexer em nós, provocar ou mudar.

Francisco, em um dos seus encontros com Cristo mudou tanto que fora chamado de louco. É bem isso. O encontro com Cristo é loucura para o mundo, escândalo para os homens, mas é alegria para Deus. Irmãos, deixemo-nos provocar por Cristo. O ano de 2020 com certeza nos fez pensar e rever muitas coisas em nossas vidas. O que esse ano de 2020 me provocou? O que o Cristo de 2020 me ensinou? O que essa pandemia me mostrou? E agora? O que o ano de 2021 me chama a ser e a viver? Não faça promessa, faça ações!

Paz e Bem! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s