César e Deus

Publicado por

“Dai, pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus” (Mt 22,21). Essa frase de Jesus que muitas vezes repetimos ao longo da nossa vida, carrega em si um peso profundo. Quando Jesus antes de dizer ela pergunta aos que foram indagar: de quem é a imagem que esta na moeda? Um deles responde: de César. Logo tudo aquilo que possui a imagem de César não é de Deus, mas de sim de César, porém onde está a imagem de Deus para dizer que tal coisa pertence a Deus? Deus não fez imagem de Si mesmo, mas em gêneses Deus disse: “Façamos o homem a nossa imagem e semelhança”.

Nós somos a imagem de Deus. “Como César busca a sua imagem em sua moeda, assim Deus busca a sua imagem na alma do ser humano” (Santo Agostinho). Enquanto César quer a moeda, Deus quer a tua alma. A moeda, a roupa que você usa, o carro, a casa que você tem, os bens materiais é de César, ou seja, é daquilo que é terreno e não pertence a Deus, porém o que Ele quer para si é a sua alma que é a imagem Dele que Ele mesmo modelou em nós. Vejamos irmãos, Jesus na parábola não está condenando os bens materiais, a moeda e César, mas sim dizendo a nós que isso não pertence a Ele. Ter bens materiais não é problema nenhum, o problema é quando só queremos a César e esquecemos que somos imagem e semelhança de Deus e que é a nossa própria vida que pertence a Deus.

Deste modo, dar a Deus o que é de Deus é devolver aquilo que é Dele: Nós mesmos! Parece egoísmo de Deus, pois da a entender que Ele quer de volta aquilo que Ele deu a nós, mas não. Na verdade Ele esta querendo dizer que aquilo que Ele fez – nós – não pertence a esse mundo, pois fomos gerados no útero divino de Deus. Irmãos, somos filhos de Deus, não filhos do mundo. Em Deus no movemos, somos e existimos. Olhemos para Francisco que em tudo Ele queria devolver a Deus aquilo que Deus deu a ele de bom. Francisco fez de sua vida terrena um caminho divino, pois sabia que sua vida foi gerada na divindade de Deus. Busquemos irmãos retribuir a Deus aquilo que é Dele: nós mesmo, pois é com isso que precisamos nos preocupar. Devolver com a nossa vida para o autor da Vida. Como? Pela prática da caridade, da justiça e do amor em defesa da Paz e do Bem! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s