Salvação e Santificação

Publicado por

“Então Jesus disse aos discípulos: ‘Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga.” (Mt 16,24). No Evangelho deste domingo, temos essa passagem dita por Jesus que já ouvimos várias vezes nas celebrações, Missas e catequeses. E em especial, neste mês de agosto, que celebramos no Brasil o chamado Mês Vocacional. Eis que a partir deste versículo eu proponho a seguinte pergunta para a nossa reflexão: qual a diferença entre Ser Salvo e Ser Santo? Há diferença? Sim! Vejamos, seguir aquilo que Jesus nos pede: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, nos faz percorrer um caminho de salvação.

Desse modo, se procurarmos imitar tudo aquilo que o Evangelho nos propõe: perdoar, amar, rezar, ajudar o próximo, fazer caridade… Tudo isso nos garante a nossa salvação. Entretanto, há uma palavrinha aqui neste versículo de Jesus, que nos faz além de ganharmos a salvação, também ganharmos a santidade. Essa palavra é: renunciar. De todos os Santos, que a Igreja declarou Santo, tomemos como exemplo nosso Pai São Francisco, podemos observar que ele fez de tudo para observar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, porém ele também renunciou à vontade própria. Isso é tão importante e tão sublime que, algumas vezes, pensamos que amar a Cristo é a mesma coisa que renunciar à vontade própria.

Novamente pego São Francisco como exemplo, a história diz que São Francisco fazia inúmeros jejuns e havia um certo Frade que também queria fazer jejum igualmente São Francisco. Porém, certa noite esse Frade no meio da madrugada começou a chorar de fome acordando o convento todo. São Francisco, muito sabiamente acorda todo o convento e pediu ao Frei cozinheiro para preparar uma boa refeição. Francisco fez todos se sentarem a mesa e se alimentarem com aquele Frade que estava com fome e ele não passar vergonha de comer sozinho. Francisco fazia jejum para ganhar a salvação, porém ele renunciou a isso para fazer algo mais sublime, doar-se totalmente ao Frade que estava com fome.

Se conseguirmos entender por esse episódio o que é renúncia, entenderemos o que é santidade. Dar comida a quem tem fome, vestir o que está nu e ir visitar aquele que precisa, nos faz ganhar a salvação, mas renunciar ao bem-estar, isso é o caminho da nossa salvação.

Paz e Bem!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s