Humano e Divino

Publicado por

“Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e os levou a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E foi transfigurado diante deles; o seu rosto brilhou como o sol e as suas roupas ficaram brancas como a luz.” (Mt 17, 1-2). No evangelho deste segundo domingo da quaresma temos a leitura do texto da transfiguração do Senhor. Mas o que, afinal, é Transfigurar? Figura é um símbolo, uma imagem. Por exemplo, quando falamos assim: figura paterna. Imaginamos um homem, cuidando de um filho, trabalhando ou algo do gênero. Desse modo, figura é algo que mexe com o nosso imaginário e que possui um modelo padrão. Quando falamos na figura de Jesus, temos em mente um homem, uma pessoa, um Deus que se fez humano e que habitou no meio de nós. Entretanto, na festa da transfiguração do Senhor, esse Jesus na qual temos em mente se revela além de humano, se mostra divino. Desse modo, transfigurar é mostrar essa “imagem” de Jesus como o “Cristo”, ou seja, como Deus/Divino. Partindo dessa reflexão, todos nós somos chamados a ser a “figura” ou “imagem” de Deus, pois lá em Gênesis é dito: “Façamos o homem nossa imagem e semelhança”. Sendo assim, todos nós somos essa figura de Deus, somos transfiguração do divino. Somos humanos por natureza, mas temos em cada um de nós uma semente, um “gérmen” de divino em nós. Todas as pessoas que cruzamos e conhecemos em nossas vidas possuem a semente do divino. Por vezes essa semente fica mais difícil de ver em algumas pessoas, enquanto em outras essa semente se mostra de modo muito claro. Porém em todos há essa semente de divino. Facilmente julgamos as pessoas e por vezes condenamos, entretanto nunca podemos esquecer que essa pessoa que se apresenta possui uma figura de divino nela que merece a nossa atenção. De que maneira ela merece atenção? Percebendo que essa pessoa merece ser tratada com dignidade tal e qual qualquer um de nós. 

Nosso Pai Francisco, além de perceber esse divino nas pessoas, enxergava em toda a criação, ou seja, toda a criatura era transfiguração do divino. Desse modo, ele chamava a todos de irmãos, uma vez que todo o cosmo revelava Deus, o criador. Peçamos a Deus a graça de buscarmos sempre nos transfigurarmos a Ele. Paz e Bem!  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s