Vários caminhos, apenas um caminhar

Publicado por

Celebramos nesse domingo a Sagrada Família. O Evangelho de hoje, Mateus 2, 13-15; 19-23, mostra novamente um sonho dado a José. Primeiramente pedindo que eles fugissem  para o Egito, pois Herodes queria matar os meninos. José novamente aceita essa vontade de Deus e foge para lá. Ficou no Egito até a morte de Herodes, até que novamente o anjo aparece em sonho pedindo para ele que volte para Israel, pois já não havia ameaças. Porém, sabendo que Arquelau, rei da Judeia, estava no lugar de Herodes, teve outro sonho que mostrava para ele ir para outro lugar, que era para ele ir para Galileia numa cidade chamada Nazaré. Todos esses sonhos e reviravoltas era para se cumprir a profecia de que o messias seria chamado de nazareno. 

Mas por que essa importância em cumprir as profecias do antigo testamento? Justamente para justificar aquilo que o próprio Jesus disse em outro Evangelho: “Eu não vim mudar as leis, mas sim trazer um novo sentido”, ou seja, Jesus é o cumprimento das profecias do antigo testamento. Ele não veio mudar as profecias, mas sim assumir e fazer se cumprir nele tudo o que os profetas disseram. 

Cada um dentro do plano da salvação de Deus tem uma função: José, no silêncio, conduz a sua família; Maria gera a salvação; e Jesus é o cumprimento das profecias para fazer em tudo a vontade de seu Pai. Cada um com uma função no projeto de Deus, mas todos estão em um mesmo caminho. 

Esse caminho ainda tem outro detalhe que deixa tudo mais lindo: eles são uma família. Sabemos que hoje em dia as famílias são das mais variadas formas, porém uma coisa todas elas têm em comum: cada um tem um caminho, mas todos caminham juntos. 

Dentro de nossas famílias existem as mais variadas pessoas e gostos, desejos e projetos, mas embora elas caminhem por caminhos diferentes, todos caminham juntos. Quando um primo distante se forma na faculdade, parece que todos se formam, ficamos “orgulhosos” com isso, e por vezes nem conhecemos direito esse primo. Esse sentimento é o que faz uma família, mesmo com caminhos distintos, todos estão juntos. 

Francisco, por mais que se manteve ausente de sua família biológica, ele constituiu para si uma família, que é muito variada, a família franciscana. Irmãos, caminhemos juntos, mesmo que nossos caminhos sejam distintos. 

Paz e Bem! 

Fraternalmente, Frei Jhones

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s