O próximo é extraordinário

Publicado por

“Mestre, o que eu devo fazer para receber em herança a vida eterna?”

Essa pergunta inicial do Evangelho é crucial para a nossa vida cristã, pois o que devemos fazer para receber a vida eterna? Como fazer? E a resposta de Jesus é mais genial ainda pois ele volta essa pergunta com outra pergunta: “O que está escrito na Lei?”, e novamente há uma resposta que também é fundamental para a nossa vida cristã: ‘Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e com toda a tua alma, com toda a tua força e com toda a tua inteligência; e ao teu próximo como a ti mesmo!‘. E a resposta de Jesus simples que não permite interpretações: ‘Tu respondeste corretamente. Faze isso e viverás.’

Mas os mestres da Lei ainda não estavam satisfeitos com essa resposta simples de Jesus e novamente colocam uma outra questão: “E quem é meu próximo?”. Jesus então conta uma das mais belas parábolas para responder quem é o próximo e segue a parábola do bom samaritano. E após terminar a parábola faz uma pergunta aos mestres da Lei: “Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?” e quase que envergonhados diante de tanta sabedoria os mestres da Lei respondem: “Aquele que usou de misericórdia para com ele” e Jesus brilhantemente responde novamente de forma simples e sem necessidade de querer interpretar: “Vai e faz a mesma coisa”.

Quem é teu próximo? O próximo de Jesus é aquele que ninguém imaginava: o samaritano. E coloca-se aqui a pessoa do samaritano porque eles eram mal vistos. De onde menos se espera pode sair o extraordinário. O samaritano não quis saber quem era o homem enfermo, o que levou ele a estar naquela situação, o porquê outros não o tinham ajudado. O samaritano no silêncio de seu coração e de sua mente o ajudou.

Quem é nosso próximo? O nosso próximo não é o pobre ou o rico, homem ou mulher, negro ou branco, cristão ou o não cristão. Irmãos, superemos o modo dualista de encarar o mundo e separar a todos entre bons e maus. O próximo nosso é o SER HUMANO em toda a sua extraordinariedade. O nosso próximo além de ser dom de Deus em nossa vida é também um universo de possibilidades para sermos pessoas melhores. Ajudar o próximo está além de uma ajuda material, ajudar o próximo é o deixar ser hóspede em nossa vida – nem que isso dure 2 minutos – mas deixar que o outro se hospede em nós.

Percebemos na espiritualidade franciscana onde somos chamados a ser hospitaleiros em nossas vidas, pois Francisco assim diz: “Depois que o Senhor me deu irmãos”, ou seja, o outro é meu irmão, e ser irmão é ter um coração aberto. Um verdadeiro hospedeiro acolhe, é cortês, educado e em tudo tenta ajudar a pessoa acolhida. Quantos hóspedes passaram e passam em nossas vidas? Ou nosso coração ainda está fechado? Abramo a nossa casa e deixemos esse próximo fazer seu lar em nós.

Fraternalmente, Frei Jhones

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s