É preciso lançar-se!

Publicado por

“Lançai as vossas redes” essa frase impactante, assombrou a Simão Pedro pois eles haviam pescado a noite toda e em troca nada conseguiram. Esse “Lançai” de Jesus é marcante pois quando lançamos algo em nossas vidas nós apostamos que vai dar certo, mas não temos essa certeza.

Quando a pecadora se lançou aos pés de Jesus é utilizando a suas lágrimas para lavar seus pés e seus cabelos para secarem, ela lançou sem entender se o gesto que ela fez a condenaria ou não.

Em Gêneses, quando Deus começa a “lançar” as coisas, ou melhor, começa a criá-las, Ele também lança o homem sobre a terra para “dominar”, ou seja, para ser o senhor das coisas. Essa expressão não quer dizer que ele é dono, mas que ele tem o cuidado sobre todas as coisas. Entretanto, para Deus lançar o homem sobre a terra, Ele olha para seu Filho Jesus, nos modela e nos germina. E nós, sem saber para onde iríamos procurávamos incansavelmente por essa promessa. O tempo passou e fomos para o deserto, onde nossos pais viveram 40 anos, depois foi conquistada a terra prometida, em seguida vieram os profetas e nós ainda estávamos esperando onde nós iríamos chegar. Por fim veio o próprio Deus Jesus Cristo mostrar ao homem qual é o alvo que essa lança deve atingir.

Devemos atingir no coração de todos os homens e mulheres. Nós cristão somos essa lança, somos essa rede que Simão Pedro atirou e trouxe tantos peixes. Somos a lança e temos como missão trazer os homens e mulheres para Deus.

Acompanhamos durante essas semanas a tragédia e crime que aconteceu em Minas Gerais, onde tantos irmãos morreram. E assistindo várias reportagens, pude notar o trabalho incansável de bombeiros que se lançavam sobre aquela lama em busca de pessoas. Irmãos, vamos nos lançar mais, vamos buscar mais peixes, não podemos ser indiferentes e ficar em nossos marasmo, em nossos barcos.

Francisco lançou suas vestes no chão, se cobriu de trapo e a partir daquele momento foi buscar peixes em outros mares. Irmãos, busquemos peixes, mantemos a fome de Deus da humanidade, essa é a nossa missão. E como diz Francisco “Não quero gloriar-me a não ser no Senhor”, ou seja, ainda que matemos a fome da humanidade toda de Deus, o mérito não é nosso, pois como franciscanos temos que ser discretos em nosso proceder!

Paz e bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s