“Mãe, cuida dela.”

Publicado por

Em junho de 2013 minha irmã foi internada no 7º mês de gestação com a pressão alta, o médico achou que fosse melhor mantê-la internada até poder entrar em trabalho de parto. Estávamos nos preparativos para a Jornada Mundial da Juventude e eu era voluntária, além de já ter o meu emprego. Então me dividia entre o hospital, as tarefas da JMJ e o trabalho. Quando minha irmã completou 8 meses ela teve uma convulsão e caiu da cama do hospital, do chão mesmo ela pegou o telefone e ligou para minha mãe. Então corremos para o hospital e quando chegamos haviam 3 médicos em volta, ela já havia tomado 3 doses de calmante na veia e continuava tendo uma convulsão atrás da outra. Na cama dela tinha um terço que ganhei na semana missionária e na porta do quarto dela tinha uma imagem de Nossa Senhora. Ajoelhei na frente da imagem e clamei: “Mãe, cuida dela!”

Nesse momento entrou uma médica que estava indo embora do plantão e disse que ia operar o parto. Meu cunhado, tomado pelo desespero, disse a ela que se fosse preciso escolher, que escolhesse a sua esposa, e a médica sabiamente respondeu: “Nós vamos entrar e as duas vão sair vivas”.
Na sala de espera do hospital havia uma imagem de Santo Antônio e aos pés dele eu chorei copiosamente, quando eu estava de olhos fechados Deus falou comigo. Eu vi a sala e vi Jesus e Nossa Senhora um de cada lado da cama da minha irmã e Nossa Senhora estava me dizendo: “Estou cuidando dela”. Após uns 20 minutos, a médica entrou na sala de espera e disse que nosso milagre estava muito bem, mas que a minha irmã devia ser transferida com urgência. Ela foi transferida pela primeira vez e quase a perdemos de vez. Foi transferida para o segundo hospital e lá estabilizaram a pressão e induziram o coma. Ela ficou desacordada por 3 dias, mas eu estava tranquila pois ela estava entregue a Nossa Senhora. No quarto dia ela acordou, em 1 semana estava no quarto e em 15 dias estava em casa. Depois de mais 15 dias nossa Maria Flor, minha sobrinha, veio pra casa.

O médico disse que minha irmã ficaria com sequelas e que nunca mais poderia engravidar. Minha irmã não tem nenhuma sequela e para nossa surpresa após de 1 ano e seis meses nasceu nosso segundo milagre. Isadora é nosso outro milagre pois nasceu de seis meses e com o estômago do lado contrário. Passou por uma cirurgia de mais de 6 horas quando só tinha seis dias de vida e hoje pra Honra e Glória do nosso Senhor Jesus Cristo e pela intercessão da Virgem Maria nossa mãe Santíssima nossa família está completa e feliz.

Lewá Campos
Duque de Caxias/RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s